Uma imagem, poucas palavras - Vivendo o Verbo


Passei meses sonhando com cobras e serpentes. Imaginei mil coisas com esses sonhos. Ai a pouco tempo descobri que poderia significar o enfrentamento de algum desafio pessoal. Bom ele chegou, pelo jeito era isso mesmo, enfrentamento.
A determinadas situações que não queremos passar, não queremos lembrar e imaginamos não existir, na esperança ilusória que tudo se resolva. 
É um barco que ninguém quer ficar junto contigo. Os mais próximos serão os primeiros a pular fora. As pessoas querem se alegrar com os que se alegram, mas dificilmente vão gostar de estar junto com os que choram. Uma pessoa angustiada e triste, torna-se um peso. Mais fácil varrer o problema para debaixo do tapete. Alguns torcem o evangelho até que ele seja agradável ao seu viver, aí eu mantenho a imagem, assim como no farisaísmo.
Mas tenho impressão que é mais valoroso o que solicita ajuda de longe, pois não pode ser ajudado realmente, que o próximo caído diante dos próprios pés.
Estou vivendo isso, uma hecatombe, uma bomba atômica, algo previsto mas não imaginado que seria real. Mas se até as baratas sobrevivem aos desastres, talvez eu tenha ainda alguma chance.
Espero em Deus Pai, que é Senhor, Salvador e socorro bem presente na hora da angustia, ainda tenha algo bom pra mim. Pois não há para onde olhar na terra, ou lugar para voltar.
Mas é verdade que só se ergue quem está embaixo. E estou meio cansado de tudo, cansado de estar embaixo.
Agora esperar que Deus opere o milagre se assim Ele quiser. E veremos como essa história vai terminar.

Postagens mais visitadas